CFCH - Centro de Filosofia e Ciências Humanas

>> DESTAQUES

Projeto da Decania do CFCH promove visita à Pequena África

 

No último dia 30 de outubro, aconteceu a visita à Pequena África, trecho do Centro do Rio que abrange o Cais do Valongo (foto ao lado) - Patrimônio Mundial da Unesco -, Pedra do Sal (foto abaixo) e adjacências. A atividade fez parte da programação da curadoria “Faculdade de educação: 50 anos presente” - projeto realizado pelo Espaço Memória, Arte e Sociedade Jessie Jane Vieira de Souza (Espaço JJ), vinculado à Decania do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH) da UFRJ.

O sociólogo João Raphael Ramos dos Santos guiou o grupo, contando detalhes da história da região e ressaltando a importância do estudo da História da África nas escolas e universidades. O itinerário passou por pontos que fazem parte da memória africana na cidade. O guia recordou a chegada chegada dos africanos, trazidos para o Brasil em navios negreiros e utilizados como mão-de-obra escrava, mas também suas estratégias de luta e resistência. A atividade teve início no Museu de Arte do Rio (Mar), onde ficava localizado um dos portos de desembarque dos navios na cidade. No local, estão gravados nomes de cidades africanas e registros da história do povo negro, escravizado no Brasil. 

O circuito seguiu para a Igreja São Francisco da Prainha, passou pelo Jardim Suspenso do Valongo, de lá para o Instituto de Pesquisa e Memória dos Pretos Novos (IPN) e terminou na Pedra do Sal, onde os escravos desembarcavam o sal dos navios e considerado o "berço o samba carioca". Segundo relatos, era na casa de de João de Alabá, no Morro da Conceição – em cujo sopé se encontra a Pedra do Sal - onde se reuniam as tias Ciata, Bibiana, Mônica, Perciliana e outras, que surgiu o ritmo mais carioca de todos. 

Abrindo mão da narrativa tradicional, João Raphael Santos destacou a rica cultura do povo negro, que teve apagado o reconhecimento de sua participação na construção do país. O sociólogo destacou a importância do estudo da História da África e dos africanos que aqui chegaram e que tem como principal consequência deste apagamento o racismo institucionalizado. 

Sobre o Espaço Memória, Arte e Sociedade Jessie Jane Vieira de Souza

O Espaço Memória, Arte e Sociedade Jessie Jane Vieira de Souza (Espaço JJ) está localizado no segundo andar do prédio da Decania do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), no campus universitário da Praia Vermelha da UFRJ. É um projeto institucional de integração acadêmica da Decania do CFCH e credenciado no Sistema Integrado de Museus, Arquivos e Patrimônio Cultural (SIMAP). Trata-se do primeiro espaço cultural da UFRJ inserido em Decania com a participação de todas as unidades deste Centro. Ele tem como objetivo promover exposições no campo das Ciências Humanas e Sociais, através da articulação com movimentos da sociedade civil, numa perspectiva transdisciplinar, sobre temas contemporâneos que articulam ensino, pesquisa e extensão. 

As atividades promovidas através deste projeto, construídas com a participação das unidades e órgãos suplementares do CFCH, instituições parceiras, incluem seminários, rodas de conversa, debates com projeção de filmes, feira de livros, entre outras. O Espaço tem como público-alvo preferencial estudantes da escola de educação básica das redes públicas, associações de moradores, estudantes de diferentes instituições de ensino superior, movimentos sociais, sindicatos, profissionais e gestores de políticas públicas, estando aberto à população em geral. 

Entre as atividades desenvolvidas pelo Espaço JJ estão atividades externas, realizadas em todas as curadorias e que contam com a participação de professores, técnico-administrativos e alunos. 

CAp 70 anos

No final do mês de novembro será inaugurada a curadoria “CAp 70 anos”, que reunirá imagens das sete décadas de existência da escola, bem como debates, palestras, rodas de conversa, exibição de filmes e demais atividades relacionadas ao tema.

 

*Bolsistas do Espaço Memória, Arte e Sociedade Jessie Jane Vieira de Souza.

 

Créditos das fotos:

Foto 1: Cais do Valongo: Agência Brasil.

Foto 2: Pedra do Sal: Agência de Notícias das Favelas (ANF).

Foto 3: Visita ao Museu de Arte do Rio: Thiago Loureiro/CFCH.

Compartilhe este conteúdo