CFCH - Centro de Filosofia e Ciências Humanas

>> DESTAQUES

Consuni repudia golpe militar e sua comemoração

O Conselho Universitário (Consuni), órgão máximo da UFRJ, emitiu moção na última quinta-feira, 25/3, em que repele a ditadura militar e sua comemoração por parte do governo federal.

Leia na íntegra.

Na última semana, no dia 17/03/2021, uma decisão judicial permitiu ao governo federal celebrar o golpe militar de 1964. Esse fato representa um retrocesso do ponto de vista da defesa dos direitos humanos e do combate aos tempos sombrios do regime militar que, durante mais de 20 anos, impôs uma realidade de repressão aos movimentos sociais, de torturas e assassinatos aos opositores ao regime, de destituição da democracia, de ataques à educação, à saúde e aos serviços públicos e de censura às liberdades artísticas e intelectuais.

Assim, daqui a uma semana, no dia 01/04/2021, aqueles que se alinham à ditadura e à agressão às liberdades democráticas irão comemorar o golpe que derrubou a democracia em nosso país em 1964 e que até hoje deixa marcas na história e na estrutura do Brasil.

O Conselho Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em sessão de 25 de março de 2021, resgata o saudoso Ulisses Guimarães e manifesta seu “ódio e nojo à ditadura” e reitera o papel da Universidade Federal do Rio de Janeiro em defesa da democracia, da educação e saúde públicas, da liberdade à organização política e à manifestação artística e pelo direito à memória, verdade e justiça.

Clique aqui e leia a nota no site da UFRJ.

Foto: Imagens da entrega do relatório da Comissão Nacional da Verdade, no Congresso Nacional, em 10 de dezembro de 2014. Foto: Antônio Cruz, da Agência Brasil.

Compartilhe este conteúdo